sexta-feira, 16 de dezembro de 2011



Te sinto no calôr do sol, que me amolece, me derrete…  Sinto teu toque no vento… Abraços do meu pensamento! Te vejo no clarão da lua, cada raio é teu olhar, cada sombra é a tua…

Nenhum comentário:

Postar um comentário